História

Floricultura já passa dos 80 anos

O fundador da Floricultura é Jan H. Post sênior. Ele deu início à empresa familiar sob este nome em 1933. Na época, a empresa comercializava orquídeas, plantas tropicais e sementes. Em meados dos anos 60, Jan Post Junior sucede o pai. Por todo o mundo, ele vai em busca de novos mercados e bons melhoristas que possam acrescentar algo ao sortimento existente.

Desenvolvimento de Cymbidium

Nos anos 70, a Floricultura se vê diante do início de um turbulento desenvolvimento na produção de flores de corte Cymbidium. Alugamos estufas em Aalsmeer, onde plântulas e meristemas são cultivados em frascos e fornecidos a produtores. Um milhão de plantas para cultivo posterior como flores de corte ou plantas de vaso são importadas na Europa anualmente.


Parceria entre Schoone e Floricultura

Desde 1928, a empresa da família Schoone produz flores e/ou plantas na rua Zaandammerweg, em Assendelft. No início, eram principalmente lírios e crisântemos. Quando Klaas Schoone funda sua empresa de viveiros K. Schoone Orchideeën B.V, em 1963, ocorre uma grande mudança. A empresa cresce a ponto de se tornar a mais importante produtora de flores de corte Phalaenopsis. Jan Post e Klaas Schoone se dão muito bem. Entre eles e suas empresas surge uma grande afinidade. Essa colaboração bem-sucedida propicia que, na década de 80, as empresas sejam unidas, convertendo-se na atual Floricultura.

Empresa de propagação em Assendelft

Além do melhoramento e do cultivo de orquídeas nas estufas em Assendelft, Klaas e Mieke Schoone adquiriram proficiência na clonagem de orquídeas. No início da década de 80, juntamente com Jan Post em Assendelft, eles abrem a empresa de propagação P+S Plantlab. Foi uma das primeiras empresas de propagação de orquídeas. Em 2009, as estufas em Assendelft são substituídas por um novo e moderno complexo de estufas.

Heemskerk

A Floricultura continua crescendo. Em 2000, um novo laboratório de cultura de tecidos e um complexo de estufas são construídos na rua Cieweg, em Heemskerk. Nos anos seguintes, a Floricultura continua a expandir. Em 2009, segue-se a montagem de uma nova estufa, segundo o princípio de estufa em sistema fechado, na rua Strengweg, em Heemskerk. Essa estufa contém um showroom, no qual os clientes podem apreciar e avaliar os sortimentos existentes e as novidades. 

Internacionalização

Ainda em 2009, a Floricultura abre sua primeira filial internacional, na cidade de Pune, na Índia. Lá é fundada a empresa Futura Bioplants Private Limited, e tem início um avançado laboratório de cultura de tecidos. Mas não para por aí. De modo a atender melhor o mercado norte-americano, a Floricultura abre, em 2011, a empresa Floricultura Pacific, em Salinas, Califórnia. Em 2014, é criada a Floricultura Orchidaceae em Holambra, Brasil. É lá que são produzidos os materiais de propagação para clientes na América do Sul. Após o aluguel de um viveiro durante anos, finalmente 4 hectares de terra são adquiridos em Holambra, em dezembro de 2016. Em julho de 2018, inauguramos uma nova estufa. As possibilidades de expansão em Holambra nos próximos anos são ainda infinitas.

Expansão com antúrios Anthurium e Spathiphyllum

Em 2018, a gama de produtos da Floricultura foi ainda ampliada com a inclusão de antúrios. As variedades são adequadas para diversos tamanhos de vasos e condições climáticas. Graças ao empreendimento conjunto com a empresa Van der Voort Young Plants, a Floricultura pôde acrescentar ainda as Spathiphyllum ao seu sortimento de produtos. Com tudo isso, a Floricultura reforça sua posição como produtor melhorista internacional de liderança, tanto no segmento das orquídeas quanto dos antúrios.